sábado, 28 de março de 2009

Lágrima

Que caminho percorre a lágrima quente e salgada que rola pela minha face?
Que desejo ela procura antes de morrer na minha boca?
Que sentimento ela deseja?
É uma lágrima reveladora, que demonstra minhas fraquezas sem pudor.
É uma lágrima que não consegue se conter e me expõe diante dos meus inimigos.
Como gostaria de inibir essa lágrima teimosa e audaciosa.

"alguém que era poeta"

sábado, 21 de março de 2009

E se .....

Tenho dado por mim a pensar "e se ..."!

E se ... todo o meu esforço foi em vão......
E se ... todo o meu sofrimento foi em vão.....
E se ... todo o meu desejo de ser feliz foi em vão....
E se ... eu não estou destinada a ser compreendida nas minhas angustias....
E se ... eu estiver cansada de ver a realidade....
são tantos os "se's" que me perseguem

Gostava de olhar para trás e achar que tudo tem uma razão de ser, que nada acontece em vão, no entanto dou por mim a pensar que além de eu ter passado por um verdadeiro pesadelo, ainda existem pessoas que não querem ver as possíveis consequências do que eu passei, e que continuam a olhar para o seu umbigo como se fossem "reizinhos" que põem e dispõem da vida dos outros. que se acham occentro do mundo!!!

E se ... um dia eu me cansar?

domingo, 8 de março de 2009

Estou triste


Estou cansada de viver como se já fosse uma pessoa adulta e madura. Gostaria de voltar a ser criança – uma menina de seis anos que caiu da bicicleta. Gostaria de fazer cara de choro e correr aos berros para a cozinha, onde minha mãe me ergueria do chão, me daria um forte abraço e beijaria meu joelho esfolado. Eu pararia de chorar e tomaria leite com chocolate para a dor passar.Essa é uma das coisas que as pessoas não nos ensinam quando falam de crescer: como lidar com as dores que não passam com um beijo."


Quando somos crianças, tudo o que mais queremos é crescer, crescer rápido, crescer logo. Se fosse possível, dormiríamos crianças e acordaríamos adultos, assim, da noite para o dia.
Ah... inocência de criança...
Se as crianças soubessem o quanto é difícil ser gente grande... Se elas soubessem, com certeza jamais desejariam crescer.
Porque então já não é assim tão fácil fugir dos problemas. Não basta sair correndo e pedir colo a alguém... nem sempre existe um colo para onde correr.
As pessoas podem ser más, e mesquinhas, e cruéis, podem partir o seu coração com poucas palavras, ou um simples gesto. E não dar a mínima se estão ou não te ferindo. Magoam, machucam, devastam, sem pensar nem por um momento na dor que causam. E infelizmente, não é uma dor como a de um joelho arranhado, ou um corte no dedo, esses machucados são muito mais fundos, e por isso doem muito mais e por mais tempo. Alguns desses machucados doem por muito, muito tempo, antes de cicatrizar. Outros, jamais se curam realmente.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Dia 11 ....

...tudo pode mudar,......toda a minha perspectiva da vida pode mudar outra vez,.......e cá estou eu mais uma vez a mentalizar-me para o pior, para que a queda não seja muito grande, mas mantendo sempre a esperança!!!!